topo

Projetos

Projeto Farroupilha

Pela primeira vez, um projeto essencialmente farroupilha está sendo ofertado fora de um Centro de Tradições Gaúchas. Em parceria com o CTG Índio Condá, o Projeto Farroupilha – Tradicionalismo a serviço da vida é desenvolvido na sede do Programa Viver, abrangendo 38 crianças que aprendem a cultivar os costumes da cultura gaúcha e especialmente as danças tradicionalistas. A invernada do projeto já se apresentou na Semana Farroupilha do município e em diversos eventos da entidade e de parceiros.

Instrutor(a): Giovana Sanches

Número de participantes: 38 crianças

Banda de Fanfarra

A Banda de Fanfarra é uma parceria entre o Programa Viver e a E.B.M. Mirian Meyer, situada no bairro Quedas do Palmital. Através de um instrutor contratado pela entidade, o projeto oportuniza o despertar de talentos, através da exposição teórica sobre música e da prática com instrumentos musicais. A aula-ensaio acontece uma vez por semana na sede do Viver e o grupo já se apresentou em diversos eventos da entidade e de parceiros.

Instrutor: Orlando Villa Sanches

Número de participantes: 40 componentes
 

Projeto Sorriso – Promoção de Saúde

O Projeto Sorriso é uma parceria com a Universidade Comunitária Regional de Chapecó (Unochapecó) através dos cursos de Educação Física, Fisioterapia, Odontologia, Medicina, Enfermagem e Nutrição, que realizam um trabalho interdisciplinar e multiprofissional por intermédio de ações lúdicas e educativas de promoção à saúde, abrangendo na sua totalidade 90 usuários. As atividades ocorrem com regularidade semanal em turnos diferenciados, procurando atingir os diferentes grupos de crianças e adolescentes que frequentam o Programa Viver.

Instrutor (a): Graduandos da Unochapecó

Número de participantes: 90 crianças e adolescentes

Projeto Cidadania Ativa

O projeto Cidadania Ativa é desenvolvido em parceria com o SESI/SENAI e foi planejado para oferecer um momento semanal com trabalho psicossocial aos adolescentes. Durante as oficinas acontecem palestras educativas, rodas de conversas e dinâmicas psicoterápicas que abordam diferentes temáticas reflexivas acerca da realidade contemporânea. As aulas são realizadas no período noturno, na sede do Viver.

Instrutor (a): 

Ensino Fundamental, Médio e Técnico

No Viver, quem não concluiu o Ensino Médio em idade regular também tem oportunidade de formação. Em parceria com o SESI/SENAI e a Uninfo Sistemas, oferecemos Ensino Médio e Técnico para jovens e adultos que buscam qualificação. As aulas acontecem no período noturno, na sede do Programa e o material didático é oferecido de forma totalmente gratuita pelos parceiros. Os requisitos são a idade mínima de 18 anos e a conclusão do Ensino Fundamental.

Número de participantes:

Grupo de Mulheres e Mães

Além da qualificação profissional promovendo fonte de renda para 25 mulheres e mães do Viver, o grupo também proporciona convivência e fortalecimento de vínculos comunitários às participantes. Com diretoria própria, as participantes recebem o acompanhamento psicossocial da Psicóloga e da Assistente Social do Viver. Os encontros acontecem na sede do Programa, sempre às quintas-feiras, no período da tarde.

Número de participantes: 25 mulheres

Informática para a Comunidade

As aulas de Informática Básica e Avançada são realizadas na sede do Programa Viver, em uma parceria com a Uninfo Sistemas, através do Projeto de Inclusão Digital e conta com a participação de jovens e adultos da comunidade do bairro Quedas do Palmital. O objetivo do projeto é oferecer conhecimento técnico e tecnológico aos participantes e as aulas acontecem sempre às quartas-feiras.

Número de participantes: 20 jovens e adultos

Rádio Web Escola do Quedas

Em um projeto inovador, o Programa Viver e a E.B.M. Mirian Meyer mantêm no ar a Rádio Web Escola do Quedas, uma rádio comunitária, formada por estudantes da escola e do Viver, em um projeto que visa aproximar os adolescentes dos instrumentais da comunicação e levar informação e entretenimento à comunidade. O projeto é coordenado de forma voluntária pelo entusiasta Ciro Villa Sanches e atualmente conta com o envolvimento diário de 15 adolescentes. A rádio oferece programação diária e pode ser acessada através da internet, no link www.escoladoquedas.com.br

Número de participantes: 15 adolescentes