topo

Projetos

Gastronomia para Viver

O Projeto Gastronomia para Viver foi um dos 20 selecionados Edital da Fundação Cargill no ano de 2019, concorrendo com 880 projetos em todo o país. Em parceria com SENAC/CARGILL/SEBRAE, o projeto será desenvolvido em 2020/2021, oferecendo qualificação profissional através de cursos de Panificação, Confeitaria e Culinária a 280 jovens e adultos. Em 2020, serão 03 turmas de 20 alunos cada, na área de Panificação e Confeitaria, com 108h/aula, e 03 turmas de 20 alunos cada na área de Culinária, com 96h/aula. Em 2021, os mesmos cursos serão oferecidos a mais 03 turmas de Panificação e Confeitaria e mais 03 turmas de Culinária. O diferencial desse projeto é o desenvolvimento do Produto Social do Viver, o qual visa emancipar o projeto ao final de 24 meses, para a continuidade das atividades do Programa e da oferta de cursos à comunidade. Todos os cursos são oferecidos de forma gratuita, com certificação do SENAC, uma oportunidade especial de qualificação para o mercado de trabalho. Com esse projeto, o Viver demonstra a preocupação com a qualidicação profissional de jovens e adultos, , para que estes possam ingressar formalmente no mercado de trabalho, com perspectiva de vida emancipatória e visando o empreendedorismo e qualidade de vida.

 

Projeto Sorriso – Promoção de Saúde

O Projeto Sorriso é uma parceria com a Universidade Comunitária Regional de Chapecó (Unochapecó) e é desenvolvido desde 2014, semanalmente envolvendo 06 cursos: Medicina, Enfermagem, Odontologia, Fisioterapia, Nutrição, Educação Física com o olhar da Promoção em Saúde envolvendo todos os usuários dos Serviços em momentos diferentes e de acordo com as idades.
 

Projeto Criança Farroupilha

O Projeto Criança Farroupilha vem sendo desenvolvido sob a responsabilidade de uma instrutora contratada, onde através de diversas turmas atende 120 crianças e adolescentes. Na perspectiva de resgate dos costumes da Cultura Gaúcha. E as apresentações são realizadas em eventos e viabilizam a inclusão social através da cultura gaúcha.
 

Viver Semeando Cultura

O Viver aprovou no Fundo Especial para Infância e Adolescência (FIA) o projeto "Viver Semeando Cultura" para a captação de recursos em empresas. Esse projeto consiste na aquisição de 70 vestimentas da tradição gaúcha - vestidos pilchas, botas, guaicas e na aquisição de equipamentos para a Banda de Fanfarra do Viver e da EBM Mirian Meyer e investimentos na Oficina de Dança Gaúcha, do Projeto Criança Farroupilha. O FIA é um fundo especial, criado por lei para captar recursos que serão destinados especificamente para área da infância e adolescência, tendo a finalidade específica de financiar programas, projetos e ações voltados para a promoção e a defesa dos direitos da criança e do adolescente e suas respectivas famílias. As doações podem ser oriundas de pessoas físicas ou jurídicas, previstas no art. 260, caput, do ECA, que poderão ser deduzidas do imposto de renda dos doadores até o limite legal de 1% para pessoa jurídica e 6% para pessoa física. 

Viver Orquestrando Talentos Infanto-juvenis

Esse projeto foi aprovado via Lei Rouanet para captação de recursos no valor de R$ 199.649,34, visando a estruturação de uma Orquestra do Viver. O recurso servirá para aquisição de instrumentos (violino, viola, violão, violoncelo e contra-baixo) além da contratação de uma equipe de instrutores para as aulas de formação. O projeto também prevê a oferta de palestras culturais (em contra partida) e a aquisição de figurino para os participantes do grupo.

 

Rádio Web Escola do Quedas

Em um projeto inovador, o Programa Viver e a E.B.M. Mirian Meyer mantêm no ar a Rádio Web Escola do Quedas, uma rádio comunitária, formada por estudantes da escola e do Viver, em um projeto que visa aproximar os adolescentes dos instrumentais da comunicação e levar informação e entretenimento à comunidade. O projeto é coordenado de forma voluntária pelo entusiasta Ciro Villa Sanches e atualmente conta com o envolvimento diário de 15 adolescentes. A rádio oferece programação diária e pode ser acessada através da internet, no link www.radioescoladoquedas.com.br

Segurança Alimentar

A Segurança Alimentar é um direito básico e diariamente foram oferecidos para os 150 usuários do Serviço. Duas refeições diárias, totalizando mais de duas mil refeições por mês são produzidas pela cozinheira da Entidade. Ba parte dos alimentos é obtida através de doações da sociedade civil, além de doações de empresários. Além disso, cestas básicas são repassadas mensalmente para as famílias dos usuários, conforme a necessidade e de acordo com ficha de recebimento da cesta. 

Ensino Fundamental, Médio e Técnico

O Viver oportuniza formação para jovens e adultos, por meio das seguintes atividades:

- Aulas de Ensino Fundamental (Alfabetização até a 9ª série) para jovens e adultos, beneficiando 75 alunos, em uma extensão com a EBM Paulo Freire – Secretaria Municipal e Educação;

- Aulas de Ensino Médio através do SESI, para Jovens e Adultos beneficiando 45 pessoas;

- Curso técnico via o SENAI para 45 alunos que fazem o Ensino Médio do SESI;

Informática para a Comunidade

As aulas do Curso de Informática Básica e Avançada são realizadas em parceria com EBM Paulo Freire para 40 jovens e adultos, em duas turmas em cada semestre de 2020. O objetivo do projeto é oferecer conhecimento técnico e tecnológico aos participantes.

 

Conversação em Inglês

O Viver oferece Oficina de Conversação de Inglês para Jovens e adultos nas quartas feira para 15 pessoas através de um professor voluntário.

Boi no Rolete

Em 2020, o Programa Viver realizará a 13ª Edição do Boi no Rolete, um evento consolidado, que objetiva a captação de recursos para a manutenção das atividades do Programa. O evento recebe anualmente um público de 1.200 pessoas, e conta com o apoio de diversas organizações de Chapecó, além de centenas de voluntários, que auxiliam na organização e operacionalização do evento. O Boi no Rolete conta com a estrutura da equipe Tropical Boi do Rolete, de Marechal Cândido Rondon-PR.

Mutirão e Horta Saudável do Viver

O Programa Viver conta mensalmente com apoio da comunidade do Bairro Quedas do Palmital para realizar o Mutirão de limpeza, embelezamento e manutenção da horta saudável, gerando uma participação qualitativa das familias e do público usuário do Serviço.

Grupo de Mulheres e Mães

Além da qualificação profissional promovendo fonte de renda para 22 mulheres e mães do Viver, o grupo também proporciona convivência e fortalecimento de vínculos comunitários às participantes. Com diretoria própria, as participantes recebem o acompanhamento psicossocial da Psicóloga e da Assistente Social do Viver. Os encontros acontecem na sede do Programa, sempre às quartas-feiras, no período da tarde.

Projeto Maria Leite

O Programa Viver incentiva e apóia o Projeto de Futebol Maria Leite, do Distrito Marechal Bormann de Chapecó, que oferece qualidade de vida e autonomia a 120 crianças e adolescentes, da comunidade. O Viver é parceiro na captação de recursos e na realização de eventos e atividades do Projeto.